E O FINAL DO ANO CHEGOU…..

E O FINAL DO ANO CHEGOU…..

Neste ano de 2018 eu falei muito em Inteligência Emocional, como desenvolve-la, como tê-la, os benefícios e tudo mais que envolve a Inteligência Emocional; particularmente fui testada em todos os sentidos para provar a mim mesma se de fato estava no desenvolvimento que precisava e em que pontos ainda precisava de ajuda para desenvolvê-la; conheci pessoas nas mais variadas situações emocionais e graus de desenvolvimento da Inteligência Emocional que buscaram no meu trabalho um alento, uma ajuda, um agradecimento, um reconhecimento.

Agora, o final do ano chegou, olho para trás e vejo o caminho trilhado, não o meu, mas o caminho que a Inteligência Emocional percorre na vida das pessoas e sua importância, a diferença que faz em tê-la ou não tê-la, em buscar seu desenvolvimento ou não, buscar sua compreensão e evolução e isso tudo é o que faz a diferença.

O ano não foi fácil para ninguém, e que bom, pois o que é fácil não nos agrada, é a natureza do ser humano ir pelo caminho mais difícil, pois são as dificuldades, os desafios que nos fazem crescer, nos fazem evoluir, as superações diárias são o que nos dão força e coragem de viver.   Se todos nós passamos por isso, significa que de alguma forma buscamos e conseguimos dar um passo na evolução da nossa Inteligência Emocional, na evolução da nossa própria existência.

É comum nesta época do ano as pessoas se deprimirem mais ou ficarem ainda mais felizes, pois é uma época que mexe com as emoções e é neste momento que devemos estar atentos a elas, pois é o momento de nos entendermos a fundo e questionarmos o que de fato fizemos, estamos fazendo e o que queremos fazer.  Esses questionamentos e momentos de reflexão nascem  da necessidade que temos de colocar metas e objetivos em nossa vida e a virada de ano normalmente é um marco para isso; este é o motivo do porque o final do ano tem esse peso emocional em nós, porque inconscientemente nos faz ter a pausa para a reflexão dos antigos objetivos e metas e do momento para pensar nos novos.

O mundo que vivemos automaticamente criou este momento de reflexão  para testarmos nossa Inteligência Emocional, então vamos aproveitar, vamos usar este momento para isso, vamos parar e refletir sobre nós, se percebermos que erramos, está tudo bem, temos o entendimento para acertar; se percebermos que estamos no caminho certo, tudo bem também, vamos seguir.

O importante é nos sentirmos bem, é utilizarmos nossa Inteligência Emocional para evoluir e ser feliz, buscar e aproveitar os momentos que a vida nos proporciona e podermos ter discernimento para criarmos nossos próprios momentos especiais para transformarmos nossa vida em algo especial para nós!

Desejo que este final de ano possa ser a reflexão que cada um de nós precise para sua evolução e que todos sejam felizes nesta vida maravilhosa que Deus nos deu!

Sandra Baldin

Categorias: Inteligência Emocional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 3 =